fbpx

Rito ao Divino Trono Da Fé 2022

Rito ao Divino Trono Da Fé 2022

janeiro 24, 2020 Ayahuasca 0

Rito com consagração de medicinas sagradas (Ayahuasca, Rapé e Sananga)
Facilitador: Rodrigo Zeus
Realização e Organização do Evento: Força Sagrada (Projeto que busca por meio da reconexão com os elementos e as ervas trazer evolução e auto-conhecimento)
Local do Evento: Instituto Espiritual Segredo Encantado
Rua Corredeira 205, Bosque da Saúde – São Paulo – SP

Sagrado dia, sagrada vida, sagrada seja a Fé nossa de cada dia e o amor eterno dos que nos guiam e amparam.

Amigos, é com muito amor que convidamos a todos para juntos celebrarmos os 7 Tronos Divinos da Umbanda Sagrada. Iniciamos saudando o primeiro Trono Divino, despertando na força da Madrecita Ayahuasca a Força Sagrada de Pai Oxalá, Mãe Logunã (Oyá Tempo) e dos amados Vovôs e Vovós da Umbanda serão celebradas.

Pai Oxalá (Orixá Universal- Trono Masculino da Fé)

Pai Oxalá em seu campo de atuação preferencial é a religiosidade dos seres, aos quais ele envia o tempo todo suas vibrações estimuladoras da fé individual e suas irradiações geradoras de sentimentos de religiosidade.

Fé! Eis o que melhor define Pai Oxalá. O nosso amado Pai da Umbanda é o Orixá irradiador da fé em nível planetário e multidimensional. Oxalá é sinônimo de fé. Ele é o Trono da Fé que, assentado na Coroa Divina, irradia a fé em todos os sentidos e a todos os seres.
Nada ou ninguém deixa de ser alcançado por suas irradiações estimuladoras da fé e da religiosidade. Seu alcance ultrapassa o culto dos Orixás, pois a religiosidade é comum a todos os seres pensantes. Jesus Cristo é um Trono da Fé de nível intermediário dentro da hierarquia de Oxalá. E o mesmo acontece com Buda e outras divindades manifestadoras da fé, pois muitos Tronos Intermediários já se humanizaram para falar aos homens como homens e , assim, melhor estimularem a fé em Deus. Todas as divindades irradiam a fé. Mas os Tronos da hierarquia de Oxalá são mistérios da Fé e irradiam-na o tempo todo.

Os atributos de Oxalá são cristalinos, pois é através da essência cristalina que suas irradiações nos chegam, imantando-nos e despertando em nosso íntimo os virtuosos sentimentos de fé. Saibam que a essência cristalina irradiada pelo Divino Trono Essencial da Fé é neutra quando irradiada. Mas como tudo se polariza em dois tipos de magnetismos, então o pólo positivo e irradiante é Oxalá e o pólo negativo e absorvente é Oiá. Oxalá irradia fé o tempo todo e Oiá absorve as irradiações religiosas desordenadas vibradas pelos religiosos desequilibrados. Ela se contrapõe a ele porque a atuação dela é no sentido de absorver os excessos religiosos vibrados pelos seres que se excedem nos domínios da fé. Já Oxalá irradia fé e estimula a religiosidade o tempo todo, a todos.

As atribuições de Oxalá são as de não deixar um só ser sem o amparo religioso dos mistérios da Fé. Mas nem sempre o ser absorve suas irradiações quando está com a mente voltada para o materialismo desenfreado.

SAGRADA MÃE LOGUNÃ (Orixá Cósmico- Trono Feminino da Fé)

Logunã é a Orixá do Tempo e seu campo preferencial de atuação é o religioso, onde ela atua como ordenadora do caos religioso

O “Tempo” é a chave do mistério da Fé regido pela nossa amada mãe Logunã, porque é na eternidade do tempo e na infinitude de Deus que todas as evoluções acontecem. A Orixá Logunã forma um pólo magnético vibratório e energético oposto ao de Pai Oxalá, e ambos regem a linha da Fé, que é a primeira das Sete Linhas de Umbanda, que são as sete irradiações divinas do nosso Criador. Logo, o campo de atuação de nossa amada mãe Logunã é o campo da fé, onde flui a religiosidade dos seres, todos em contínua evolução.

Logunã é a regente cósmica da linha da Fé, e tempo é o vazio cósmico onde são retidos todos os espíritos que atentam contra os princípios divinos que sustentam a religiosidade na vida dos seres.

Quando Logunã “vira no tempo”, seja contra um seu filho direto quanto um seu filho indireto (que têm a coroa regida por outros orixás), então sua vida entra em parafuso e só deixará de rodar quando esgotar tudo de desregrado e desvirtuado que nela existia. Isto é Logunã, amados filhos dos Orixás! Mãe religiosa por sua excelência divina, mas mãe rigorosa por sua natureza cósmica, cujo principal atributo junto dos espíritos humanos é o de esgotar o lobo sanguinário que oculta-se por baixo da pele de cordeiro.

Enquanto Oxalá é irradiante, Logunã é absorvente

Se ela é assim, é porque ela é a orixá que, junto com Oxalá, rege a primeira linha de Umbanda, que é a linha da Religiosidade. Logo, os filhos de Umbanda, que têm em Oxalá o divino Pai da Fé, também devem cultuar a divina mãe Logunã. Com ele no pólo positivo e ela no pólo negativo, forma-se o par dos orixás excelsos que regem a linha da Fé e estimulam a religiosidade nos seres.

Vivenciar esse caminho é se entregar em devoção a Fé, sabendo que não saber todas as coisas é normal, o importante é amar essa jornada e sempre mergulhar no desconhecido para se conhecer mais e melhor.

Rubens Saraceni

Se sentiu o chamado, vamos despertar juntos?
Somos gratos!

Epa Babá!
Eparrey Oyá!

Quando?

Inscrições encerradas

error: Content is protected !!